Sindisaude
54 3221.7453
54 9635.0765
23 de Novembro, 2016

Com Teme, desemprego avança no Brasil e supera 14% no Nordeste

Dados publicados pela Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) Contínua, divulgados nesta terça-feira (22), mostram que a taxa média de desemprego é de 11,8%, o que corresponde a 12,022 milhões de desempregados no país. O índice subiu em todas as regiões brasileiras no terceiro trimestre, em relação a igual período de 2015.

É bom lembrar que o Brasil viveu índices similares somente no final da gestão de FHC, em 2002, e chegou a 12,9% em março de 2003.

A região do país que apresentou maior alta foi o Nordeste, onde o índice passou de 10,8% para 14,1%. No Sudeste, a taxa foi de 9% para 12,3% e no Norte, de 8,8% para 11,4%. A menor é a da região Sul (7,9%, ante 6% no ano passado), enquanto no Centro-Oeste subiu de 7,5% para 10%. 

O estudo também mostrou que os estados com maior taxa de desemprego são Bahia (15,9%), Pernambuco (15,3%) e Amapá (14,9%). E os menores, Santa Catarina (6,4%), Mato Grosso do Sul (7,7%) e Rio Grande do Sul (8,2%). Com taxa de 12,8%, São Paulo concentra 3,111 milhões de desempregados, um quarto do total nacional. Em um ano, o crescimento foi de 38,4%, um acréscimo de 864 mil pessoas. Essa alta é superior à media do país (33,9%).

Com informações do Portal CTB

VOLTAR PARA LISTA DE Banner Notícias