Sindisaude
54 3221.7453
54 9635.0765
25 de Novembro, 2015

Neuropediatra diz que casos de microcefalia indicam uma nova doença

 Sem estudos em toda a literatura médica que relacionem a infecção de gestantes pelo vírus Zika com o nascimento de crianças com microcefalia, a neuropediatria Vanessa Van der Linden defende que novos casos dessa deformidade no cérebro revelam uma doença, já que fogem do padrão concedido. “Se é provocada pelo Zika ou por outro vírus, outro agente, não sabemos. O que posso dizer é que os casos não seguem o padrão que a g nte vê nas outras pacientes que têm infecção congênita e os filhos com microcefalia”, explica Vanessa, do Hospital Barão de Lucena, presidente da Associação de Assistência à Criança do Recife.

Ela foi a primeira médica a buscar a Secretaria de Saúde de Pernambuco para alertar sobre o aumento do número de casos de crianças com o crânio menor. O número de casos de microcefalia saltou de 147, em 2014, para 739 neste ano, a maioria (487) em Pernambuco.

Fonte: Agência Brasil

VOLTAR PARA LISTA DE Banner Notícias