Sindisaude
54 3221.7453
54 9635.0765
13 de Janeiro, 2017

OIT: desemprego cresce e alimenta mal-estar social

 A taxa mundial de desemprego deverá ter alta moderada este ano, de 5,7% para 5,8%, o correspondente a mais 3,4 milhões de desempregados, aponta relatório divulgado hoje (12) pela Organização Internacional do Trabalho (OIT). A entidade calcula que o número de pessoas sem trabalho chegará a 201,1 milhões – e também aumentará no ano que vem, para estimados 203,8 milhões, já que o número de pessoas à procura de emprego supera o total de vagas criadas. Esse cenário e as incertezas na economia alimentam o mal-estar social, afirma a OIT, destacando a influência do Brasil, que deverá ver o número de desempregados crescer em aproximadamente 1,2 milhão – ou 35% do total mundial.

A OIT cita a situação ruim da América Latina e o peso do Brasil no comportamento verificado na região. E estima que a taxa de desemprego fique em 12,4% este ano, acima do nível já recorde de 2016. O número de desempregados, de mais de 12 milhões, deve chegar a 13,6 milhões este ano e a 13,8 milhões em 2018.

Dos estimados 201,1 milhões ao final deste ano, 147 milhões estarão em países emergentes (143,4 milhões em 2015), 37,9 milhões em países desenvolvidos (ante 38,6 milhões no ano passado) e 16,1 milhões em países em desenvolvimento (15,7 milhões).

 Com informações do portal RBA

VOLTAR PARA LISTA DE Banner Notícias