Sindisaude
54 3221.7453
54 9635.0765
19 de Novembro, 2015

Termina a greve na Fundação Araucária

Trabalhadores da fundação Araucária de Bento Gonçalves retornaram ao trabalho na tarde desta quinta-feira (19/11), após um dia e um dia e meio de paralisação. A retomada das atividades se deu após o pagamento dos valores referente aos salários do mês de outubro. Os empregados haviam recebido apenas 30% dos vencimentos.

Mesmo com a volta ao trabalho ficou pendente a reivindicação dos profissionais referente a garantia temporária no emprego para os que participaram do movimento. Na próxima terça-feira (24/11) uma comissão de funcionários se reúne com o prefeito de Bento Gonçalves, Guilherme Pasin, quando a questão será discutida.

O presidente do Sindisaúde Caxias, Danilo Teixeira, afirmou que a paralisação foi vitoriosa, pois teve boa adesão dos trabalhadores e as negociações avançaram rapidamente. Danilo disse ainda que a garantia no emprego não foi garantida ainda, mas existe um canal de negociações aberto que poderá resultar em algum avanço para os funcionários.

Assédio moral

Um dos pontos positivos durante as negociações foi a questão do assédio moral. O assunto foi abordado diretamente para a alta direção da Fundação Araucária. Há denúncias que resultaram em ação judicial contra um funcionário da fundação que assediou moralmente o colega de trabalho. Diante do relato feito na reunião por dirigentes do Sindisaúde, a direção da Fundação Araucária disse desconhecer os fatos e solicitou todas as informações a respeito do assunto para tomar providências.

O tesoureiro do Sindisaúde, Valdirlei Castagna, classificou a discussão como “altamente positiva”, pois esse tema, embora as inúmeras denúncias, nunca havia sido tratado diretamente com os empregadores. “Quando for o caso, precisamos trazer esse tema para os gestores das instituições para tentar encaminhar soluções e até mesmo embasar possíveis ações judiciais no futuro”, orientou Castagna.

VOLTAR PARA LISTA DE Banner Notícias