Sindisaude
54 3221.7453
54 9635.0765
11 de Abril, 2017

Cofen coordenará atividades do Fórum Nacional da Enfermagem

As entidades que compõem o Fórum Nacional da Enfermagem decidiram passar a coordenação para o Conselho Federal de Enfermagem - Cofen. O Fórum ficou sob a direção da CNTS durante dois anos, com muitas lutas da categoria, agravadas pela crise político-econômica do país, que culminou com a troca do presidente da República e ministros, cassação do ex-presidente da Câmara dos Deputados e troca das presidências e lideranças nas casas do Congresso Nacional.

A Confederação poderia ficar por mais dois anos na direção, mas preferiu passar a oportunidade para as demais entidades. “A CNTS tem o posicionamento que é preciso ter essa rotatividade na direção, principalmente, entre as entidades fundadoras, que estiveram presentes no momento de luta e dificuldade. Precisamos dar oportunidade para todas as entidades desenvolverem um bom trabalho, como fez a FNE e a CNTS”, concluiu o secretário-geral da CNTS, Valdirlei Castagna.

O Cofen parabenizou a atuação da Confederação e relatou que continuará com a mesma linha de trabalho. “Parabenizamos o trabalho que foi desenvolvido e a postura em optar pelo rodízio das entidades na coordenação. A CNTS pegou o Fórum em um momento de declínio e com o cenário político conturbado, mas com muita dedicação não deixou o trabalho esmorecer”, relatou o Conselheiro Federal do Cofen, Luciano Silva. A CNTS não deixará de compor a coordenação. A entidade ficará responsável pela primeira secretária do Fórum, atuando junto às demais entidades em busca de melhorias para os trabalhadores.

Sob a coordenação da CNTS, o Fórum defendeu várias bandeiras em favor do trabalhador, algumas com vitórias e outras em andamento. Uma das conquistas foi a votação de proposta que prevê local de descanso adequado para os profissionais da enfermagem (Projeto de Lei 4.998/16), uma vitória importante para os profissionais. Outras lutas em andamento referem-se à jornada de 30 horas, piso salarial nacional e dimensionamento de pessoal. O dirigente do Cofen se comprometeu em lutar por essas e outras bandeiras.

A mais recente atividade do Fórum foi a entrega de abaixo assinado com 85 mil assinaturas para o deputado Arthur Oliveira Maia, relator da PEC 287/2016, de reforma da Previdência Social. O documento tem o objetivo de pedir que os trabalhadores que atuam em locais insalubres, sob exposição de agentes nocivos químicos, biológicos e físicos, possam ter direito à aposentadoria especial, com 25 anos de contribuição.  O relator garantiu que irá entregar o documento para cada líder partidário na Câmara dos Deputados.

Fonte: CNTS 

VOLTAR PARA LISTA DE Notícias Destaque