Sindisaude
54 3221.7453
54 9635.0765
26 de Abril, 2016

CTB não se reúne com golpista, avisa Adilson Araújo

 Ao contrário do que foi noticiado, nesta segunda-feira (25), em matéria do jornal Estado de São Paulo, o Estadão, intitulada "Centrais sindicais pedirão a Temer para não flexibilizar relações trabalhistas", a Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB) informa que não participará de reunião, nesta terça-feira (26), em Brasília, com o vice-presidente Michel Temer. O encontro foi convocado pelos dirigentes sindicais da Força Sindical, UGT, CSB e NCST.

A CTB reitera seu posicionamento de não reconhecer nenhum governo que nasça de uma ação golpista como o que ocorre, hoje, no Brasil. A Central reafirma que o processo de impeachment, defendido pelos setores da oposição e que tem como porta-vozes figuras como Eduarco Cunha, Aécio Neves, Michel Temer, é golpe, pois não há crime de responsabilidade.

Para o presidente da CTB, Adilson Araújo, "a proposta do vice-presidente é clara, além de pegar um atalho para o mais alto posto do Executivo, já indicou ataques claros aos direitos da classe trabalhadora, à soberania nacional e à democracia. A CTB não se reúne com golpista".

Fonte: Portal CTB

 

 

VOLTAR PARA LISTA DE Notícias Destaque