Sindisaude
54 3221.7453
54 9635.0765
27 de Julho, 2017

Emprego e produção voltam a cair em junho

De acordo com pesquisa da Confederação Nacional da Indústria (CNI), a produção e o emprego da indústria brasileira voltaram a cair em junho, confirmando a dificuldade da economia em retomar o crescimento.

O indicador de evolução da produção ficou em 47,7 pontos e o de número de empregados no setor foi 47,6 pontos no mês passado. Os indicadores variam de zero a 100 pontos, e, quando estão abaixo de 50 mostram queda, e acima de 50 pontos, aumento. 
 
Também foi registrado recuou na utilização da capacidade instalada, que caiu para 65% e está 3 pontos percentuais abaixo da média de 68%, registrada desde 2011 para os meses de junho.
 
Além disso, a disposição para investir continua abaixo, com o índice de intenção de investimento em 46,6 pontos. 
 
“Apesar do quadro negativo, as perspectivas dos empresários são positivas e indicam uma melhora do cenário no curto prazo”, disse a CNI. A pesquisa mostra que a indústria espera uma elevação da da demanda, das exportações e da compra de matéria-prima nos próximos seis meses. 
 
Entretanto, o indicador de expectativa em relação ao número de empregados continua em 48,8 pontos, o que significa que, mesmo com uma perspectiva de recuperação, a indústria deve manter as demissões, aponta a CNI.
 
No segundo trimestre de 2017, os empresários apontaram  a falta de demanda, a inadimplência dos clientes, as taxas de juros elevadas e a falta de capital de giro como seus principais problemas. A carga tributária aparece no topo do ranking, com 45,2% como o principal obstáculo.
 
A pesquisa analisou 2.281 empresas de todo o país, sendo que 940 são pequenas, 828 são médias e 513 são de grande porte. 
 
Fonte: Agência Brasil 
VOLTAR PARA LISTA DE Notícias Destaque