Sindisaude
54 3221.7453
54 9635.0765
17 de Setembro, 2015

Câmara de Vereadores homenageia as quatro décadas de história do Sindisaúde

 O Parlamento Municipal reconheceu, na sessão solene desta quarta-feira (16/09), o trabalho de quatro décadas do Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos de Saúde de Caxias do Sul (Sindisaúde). A cerimônia ocorreu no plenário da Câmara de Vereadores e foi conduzida pelo presidente da Casa, vereador Flavio Cassina. O pronunciamento em nome do Legislativo coube ao parlamentar proponente da distinção, Henrique Silva/PCdoB. O presidente do Sindisaúde, Danilo Teixeira, destacou o empenho da categoria.

Criado em setembro de 1975 sob a nomenclatura de Associação dos Profissionais de Saúde, o Sindisaúde passou a ter uma direção sintonizada com o movimento histórico do Brasil em 1980, ao liderar a primeira greve nos principais hospitais da região. Hoje, o Sindisaúde está presente em 27 municípios e representa aproximadamente 14 mil profissionais.

Conhecedor da área sindical, o vereador Henrique Silva elogiou os fundadores da entidade e seus participantes. Explicou que, num sindicato, há instantes de dificuldades e outros de  vitórias. "Atuar numa estrutura sindical em busca de melhores condições para os trabalhadores é apaixonante. Existem os momentos árduos, mas também há muitas conquistas. No caso do Sindisaúde, os profissionais e dirigentes merecem nosso reconhecimento porque estão constantemente buscando melhores condições para quem cuida da vida", elogiou Henrique.

Após receber a placa de homenagem, o presidente do Sindisaúde narrou as fases vivenciadas pela entidade e sua categoria ao longo dos 40 anos que se completam nesta quinta-feira (17/09/2015). Segundo Danilo Teixeira, antes da fundação, a entidade era ligada ao sindicato da Capital. "O Sindisaúde surgiu da necessidade dos trabalhadores de Caxias do Sul e da Serra gaúcha. Iniciamos com seis municípios e a maioria dos trabalhadores era mulheres", recorda o dirigente.  Além das lutas sociais e trabalhistas, Teixeira mencionou a estrutura construída para acolher os profissionais. Citou, por exemplo, a sede campestre, em Flores da Cunha, e a sede administrativa. Entre os desafios que motivam a luta atual da categoria, está a redução da jornada de trabalho de 44 horas semanais para 30 horas semanais, sem diminuição do salário. Atualmente, o Sindisaúde é filiado à Federação dos Empregados em Estabelecimentos de Saúde do RS e à Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB).

Representando o prefeito Alceu Barbosa Velho, participou do ato a secretária municipal da Saúde, Dilma Tessari. Ela saudou os profissionais que se dedicam à saúde, ajudando a cuidar das pessoas, e parabenizou os dirigentes pela consolidação do trabalho do sindicato. Também integraram a mesa de autoridades o presidente da Federação dos Empregados em Estabelecimentos de Saúde do Rio Grande do Sul, Milton Francisco Kempfer, e o gerente regional do Ministério do Trabalho, Vanius Corte.

Como apoiadores do requerimento da homenagem desta noite assinaram os parlamentares Adelino Teles/PMDB, Arlindo Bandeira/PP, Denise Pessôa/PT, Edi Carlos/PSB, Edson da Rosa/PMDB, Flávio Dias/PTB, Guila Sebben/PP, Gustavo Toigo/PDT, Jaison Barbosa/PDT, Kiko Girardi, Marcos Felippi/PMDB, Neri, O Carteiro/SD, Pedro Incerti/PDT, Rafael Bueno/PCdoB, Raimundo Bampi/PSB, Rodrigo Beltrão/PT, Virgili Costa/PDT, Washington Cerqueira/PDT e Zoraido da Silva/PTB.

Fonte: Assessoria de Imprensa da Câmara de Vereadores de Caxias do Sul

 

 


  

VOLTAR PARA LISTA DE Notícias