Sindisaude
54 3221.7453
54 9635.0765
08 de Agosto, 2013

Nota de esclarecimento

O Sindicato dos Trabalhadores em Estabelecimentos de Saúde de Caxias do Sul vem a público colocar a realidade dos fatos diante das inverdades publicadas pelo Hospital Saúde.

1- O Sindicato dos trabalhadores e trabalhadoras, em nenhum momento, descumpriu a legislação. A lei diz que os trabalhadores são obrigados a manter  os serviços essenciais com 30% da totalidade. Foi exatamente o que o sindicato fez.  Para reverter esse processo o hospital  recorreu à Justiça do Trabalho que, estranhamente, concedeu liminar favorável à empresa, determinando o aumento do efetivo de funcionários.  Nós cumprimos exatamente o que manda a lei, ou seja, fazer com que todos os setores funcionasse com 30% da capacidade.  
2- A diretoria do Sindicato dos Trabalhadores tenta desde março deste ano negociar o dissídio coletivo dos profissionais. Em nenhum um momento houve diálogo ou uma proposta digna para os trabalhadores, embora as diversas tentativas por parte dos dirigentes sindicais. 
3- Os empregados recebem um piso salarial de  R$ 1.014,48. Isso chega a ser um desrespeito, diante dos valores que o hospital recebe pela prestação de serviços. A prestação de serviços de qualidade à população passa, também, por melhores salários. 
4- Diante deste contexto, o movimento sindical de Caxias do Sul repudia as inverdades colocadas pela direção do Hospital Saúde ao mesmo tempo em que saúda a coragem a a luta dos trabalhadores, especialmente das mulheres que estão à frente desse movimento grevista.  A greve é um direito legítimo dos trabalhadores, último recurso quando a classe patronal não dialoga com os empregados. 
 
Movimento Sindical dos trabalhadores  e trabalhadoras de Caxias do Sul 
 
VOLTAR PARA LISTA DE Notícias