Sindisaude
54 3221.7453
54 9635.0765
03 de Dezembro, 2013

Seminário debate assédio moral no trabalho

Especialistas de várias áreas do conhecimento participaram na sexta-feira, 29/11, do 1º Seminário da Serra Gaúcha sobre Assédio Moral. O evento foi realizado na Universidade de Caxias do Sul e contou com o apoio do Sindisaúde.

O conceito de assédio moral, as práticas e as consequências, foram tema da 1ª palestra do dia com a Doutora em Psicologia e vice-coordenadora do Núcleo de Estudos Psicossociais da PUC-SP, Margarida Barreto. Em sua fala de abertura, Margarida destacou que o trabalho ocupa boa parte da vida das pessoas. Dessa forma, é fundamental que o trabalho seja um local que promova a saúde e não o adoecimento do trabalhador. “Atualmente trabalho e sofrimento andam juntos. Tudo gira em torno de alcançar a produção, as metas. O trabalho acaba se tornando um fardo pesado para os trabalhadores,” destacou. Segundo a especialista, o assédio moral não é uma doença, mas sim a causa de diversas doenças. “O assédio moral tem uma constelação de danos para quem o sofre: danos na sua identidade, à sua saúde, à sua dignidade, entre outros. Quando estamos trabalhando ninguém pode nos desqualificar, seja quem for chefe, superior, gerente, colega”, disse.

Margarida destacou ainda que o assédio moral é um sofrimento imposto por outra pessoa. “O assédio moral limita o trabalhador, o desprestigia e compromete a sua saúde física e mental”. A especialista salientou também, que o acúmulo de funções, comum nos dias atuais, também contribui para o adoecimento do trabalhador. “É um exército de um homem só, ele trabalha e trabalha para alcançar as metas e objetivos da empresa, não descansa, não vai ao banheiro, não se alimenta direito, tem que ser uma extensão da máquina.”

Na 2ª mesa "Assédio e a saúde do trabalhador", o doutor em Psicologia Álvaro Roberto Crespo Merlo, falou sobre "Sofrimento psíquico no trabalho, patologia e atenção à saúde", enquanto a doutora em Epidemiologia Neice Müller Xavier Faria abordou "Saúde mental e assédio moral entre profissionais da saúde coletiva". Na 3ª mesa "assedio moral em juízo", à tarde, o Desembargador Federal do Trabalho José Felipe Ledur e a procuradora do Trabalho Márcia Medeiros de Farias palestraram sobre "Assédio Moral como Método de Gestão".

A realização do Seminário foi uma iniciativa do Fórum Permanente de Saúde e Segurança do Trabalhador que envolve o Ministério Público do Trabalho e sindicatos dos trabalhadores e sindicatos das empresas, ao todo mais de 50 entidades estiveram envolvidas na organização do evento.

 Com informações do Sindicato dos Metalúrgicos de Caxias

VOLTAR PARA LISTA DE Notícias